Sete em cada dez brasileiros se opõem à privatização de estatais, aponta levantamento do Datafolha, o instituto de pesquisa da Folha de São Paulo, jornal que apoia o governo Temer e defende ardorosamente a venda das empresas públicas, seja para o capital nacional ou internacional. A pesquisa mostra que as privatizações são condenadas em todos os segmentos da população (uns mais, outros menos), até mesmo pelos simpatizantes dos partidos que a defendem, e que esse será um tema importante nas eleições de 2018.

A maioria (67%) da população também vê mais prejuízos que benefícios na venda de companhias brasileiras para grupos estrangeiros.

A oposição a privatizações predomina em praticamente todos os recortes analisados —por região, sexo, escolaridade, preferência partidária e aprovação à gestão Temer.

O único cenário em que a ideia é aceita pela maioria é entre aqueles com renda superior a dez salários mínimos por mês, dos quais 55% se disseram favoráveis.

Os moradores do Norte e do Nordeste são os mais resistentes —com taxas de 78% e 76% de reprovação, respectivamente —, enquanto os do Sudeste são os que melhor aceitam a ideia: são 67% contrários e 25% a favor.

As privatizações sofrem resistência até de eleitores de partidos e políticos em geral favoráveis à venda de estatais. Entre quem aponta como partido de preferência o PSDB —que historicamente apoiou e promoveu desestatizações—, 55% se disseram contrários, e 37%, a favor.

A privatização da Petrobras —tema já levantado por ministros e pré-candidatos à Presidência— também é fortemente rechaçada pela maior parte da população: 70% se disseram contrários, e 21%, a favor. Os demais não souberam responder ou se disseram indiferentes.

As informações são de reportagem de Taís Hirata na Folha de S.Paulo.

Publicado por Enfrente

A Frente Nacional de Resistência e Ação Sindical Bancária (EnFrente), defende os princípios de um sindicalismo democrático, classista, autônomo, de massas e de luta. Queremos radicalizar a democracia e buscar uma forma horizontal de construção de lutas, pautas, mobilizações e enfrentamentos aos ataques contra os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras brasileiros.

Participe da discussão

2 comentários

  1. Esse governo não tem legitimidade para vender nossas estatais. o povo tem que tomar as ruas contra as privatizações e a reforma da previdência, senão teremos o país jogado aos leões do capital internacional.

  2. As ações desse governo corrupto edtão sendo reprovadas pelo povo, só está faltando o povo ir às ruas e arrancarem esses pilantras do poder!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *