O Relatório Reservado, uma publicação digital voltada para o mundo empresarial, informa nesta segunda-feira 9 de outubro que o governo ilegítimo e impopular de Michel Temer já decidiu privatizar a Caixa Econômica Federal e fará o anúncio oficial no final do ano, depois da privatização da Eletrobrás.

A matéria levou o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) a fazer um pronunciamento em sua página no Facebook alertando que o governo está mesmo acelerando esse processo de privatização e que “membros dos ministérios da Fazenda e do Planejamento já falam abertamente em transformar a Caixa em sociedade anônima”, abrindo o capital para posterior venda.

O senador considera essa iniciativa ilegal porque qualquer privatização de empresa pública precisa passar pelo Senado e o Congresso rejeitou este ano o PLS 555, que tinha como finalidade transformar as empresas públicas em sociedades anônimas, como passo essencial para as privatizações.

“Chamo a atenção de todos os empregados da Caixa Econômica Federal e todos os bancários do país que não podemos aceitar essa lógica de privatização”, conclama Lindbergh em seu pronunciamento. “Chamo a todos os brasileiros a resistirem e a defenderem a Caixa Econômica Federal como empresa pública.”

Veja aqui a matéria do Relatório Reservado.

E confira abaixo o alerta do senador Lindbergh.

https://www.facebook.com/lindbergh.farias/videos/1724713690873252/

 

Fonte: Fetec-CUT/CN

Publicado por Enfrente

lançamos a Frente Nacional de Resistência e Ação Sindical Bancária (EnFrente), com o objetivo de resgatar os princípios de um sindicalismo democrático, classista, autônomo, de massas e de luta. Queremos radicalizar a democracia e buscar uma outra estrutura, que vai além de uma nova corrente política dentro da Contraf e da CUT, mas uma forma horizontal de construção de lutas, pautas, mobilizações e enfrentamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *