Categorias
Artigos Notícias

Lula preso

Eu entendo alguém não gostar do Lula. Até aí, ok, tudo bem. Democracia é assim mesmo. Mas daí o cara ser o escolhido como bode expiatório da bagaça histórica de mais de 500 anos desse país vai uma distância! Daí essa sanha por sua manutenção numa prisão? Daí se esquecer de que, com todas as críticas que se queira fazer aos seus dois mandatos presidenciais, ignorar que ele foi, sim, republicano e democrático? Que outro preso suscitou tantas paixões justicistas? Qual foi, objetivamente, o crime de Lula, além, claro, dos arranjos juridicamente mal-acabados do triplex, do sítio de Atibaia e do Power Point do probo Dallagnol ? Qual? Objetivamente, qual? A notícia de sua “libertação” causou muito mais frisson do que a do goleiro Bruno! Por que?

Não, senhores, não se enganem: uma democracia sem Lula, nas condições em que as coisas estão postas, não é democracia. Ou você acredita mesmo que a prisão dele é o impeachment da Dilma foram motivados por sentimentos nobres de justiça e anti-corrupção? Ora, a lava jato, posta como está posta, é a panaceia da corrupção brasileira com selo jurídico e judicializante. O juiz-símbolo dessa “cruzada” está hoje defendendo, ou no mínimo blindando, milicianos! Só não ver quem não quer ou quem não gosta do Lula!

Quiçá voltássemos para a velha e boa democracia, onde discordar e divergir era apenas discordar e divergir. Mas não sejamos ingênuos: para implementar as medidas do Guedes, foi e ainda é necessário Lula preso, assim como no Chile, em 73, foi necessário Allende morto! Só quem não conhece, ou finge não conhecer, o modus operandi dos Chicago’s boys e sua “doutrina do choque” não compreende ou finge não compreender isso.

VALDIR BORGES, jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *