Assim como acontecerá com a desembargadora Marília Castro Neves e com o deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF), que atacaram a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), pelas redes sociais, e serão alvos de representações no Conselho Nacional de Justiça e na Comissão de Ética da Câmara, respectivamente, quem tiver a mesma ideia deve se preocupar. Uma mensagem está circulando nas redes com o seguinte conteúdo:

“Avisem quem mandar áudios de WhatsApp ou posts com calúnias contra Marielle que há uma grande equipe jurídica voluntária rastreando tudo e quem compartilhar esse lixo será devidamente processado. Ela não será difamada. Não permitiremos”.

Os prints caluniosos devem ser encaminhados para o e-mail contato@ejsadvogadas.com.br
Texto: Revista Fórum
Charge: João Montanaro (Folha de São Paulo, 19/3/18)

Publicado por Enfrente

lançamos a Frente Nacional de Resistência e Ação Sindical Bancária (EnFrente), com o objetivo de resgatar os princípios de um sindicalismo democrático, classista, autônomo, de massas e de luta. Queremos radicalizar a democracia e buscar uma outra estrutura, que vai além de uma nova corrente política dentro da Contraf e da CUT, mas uma forma horizontal de construção de lutas, pautas, mobilizações e enfrentamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *