Categorias
Notícias

BRB – Corra! O presidente vem aí!

Ao longo do tempo, vários presidentes do BRB tiveram a prática de fazer visitas às agências como uma forma de se aproximar dos negócios e das pessoas, funcionários e clientes. Apesar de haver algum grau de apreensão com o fato de o presidente estar pessoalmente na agência, os funcionários sempre encararam bem essa situação, pois com essa atitude eles viam que aqueles presidentes estavam buscando formas de melhorar o banco e seus processos.

Na sexta-feira (10) foi a vez do presidente Paulo Henrique visitar algumas agências. Antes não tivesse ido.

Como parece ser o perfil de Paulo Henrique, ele foi surpreendente. Conseguiu numa visita só decepcionar todos no BRB.

Os impactos que as pessoas da direção geral já haviam sentido foi percebido pelas agências. As conversas em todo o banco relatam a egocêntrica visita e a assemelham a um tsunami.

O presidente Paulo Henrique, valendo-se de suposta cliente secreta, fez avaliações a respeito do atendimento em algumas agências. Depois ele mesmo, que deve ter várias questões estratégicas para cuidar, foi até as unidades fazendo críticas pesadas sem o menor tato com as pessoas e sem dar ouvidos às explicações que estas tinham para apresentar.

Como ele “pode”. Na verdade acha que pode, tomou medidas totalmente desproporcionais, rodiziando vários gerentes das agências e até descomissionando. Triste episódio.

Pelo valor que o próprio banco dá às metas, foi uma injusta retribuição a agências que já haviam batido as suas.

Como em um Reality show parece que essa gestão não vai conseguir enganar por muito tempo. Na verdade, nada melhor que ele, o tempo para revelar as coisas. O flerte que havia acabou. O encantamento se desfez.

A postura infante de Paulo Henrique parece ter por objetivo dar um ensinamento para todas as unidades: que não devem se comportar da mesma forma senão terão o mesmo castigo.

Presidente! Pegou muito mal! Não é assim que se faz!

O banco precisa melhorar e todos sabemos disso. Estão todos dispostos ao aperfeiçoamento profissional e pessoal. Ninguém está refratário aos feedbacks, pelo contrário, querem saber onde podem melhorar.

No entanto, há formas e formas de se fazer as coisas. Dentre essas formas, no BRB a gente entende que é com respeito. Sozinho você não fará nada. Nós do BRB, estamos juntos e não admitiremos posturas hostis de quem quer que seja!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *