Categorias
Notícias

O Brasil não cresce se não reduzir sua desigualdade, diz economista francês Thomas Piketty

O economista francês Thomas Piketty, que mostrou em seu livro O Capital do Século 21 como a concentração da riqueza cresceu no mundo nos últimos dois séculos, coordena agora um grupo de especialistas que estudam o que está acontecendo com países emergentes como Brasil, China e Índia.

Nesta quinta-feira 28 Piketty dá entrevista à Folha de São Paulo, onde afirma coisas como: “No Brasil, podemos concluir que as elites políticas e os diferentes partidos que governaram o país nos últimos anos foram incapazes de executar políticas que levassem a uma distribuição mais igualitária da renda e da riqueza. Acho que isso é precondição para o crescimento econômico”.

Professor da Escola de Economia de Paris, Piketty é orientador no doutorado do economista irlandês Marc Morgan, que na segunda-feira 25 também concedeu entrevista à Folha, na qual afirma que “a desigualdade no Brasil é resultado de uma escolha política”. Veja aqui a entrevista de Morgan.

E confira aqui a entrevista de Piketty, que está no Brasil para conferências  no projeto Pensamento sem Fronteiras, que está sendo realizado em São Paulo e em Porto Alegre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *